imagem de anel com três arcos cravejado de joias
Acessórios

Anel solitário, muitos modelos para explicar o amor!

O anel solitário tem um lindo significado. Quer saber qual é? Você conhece o significado do anel Solitário, e por que ele se tornou uma peça indispensável ao longo dos anos para representação do amor? Pois é, no artigo de hoje separamos algumas curiosidades sobre os solitários para você perceber que essa peça é indispensável […]

O anel solitário tem um lindo significado. Quer saber qual é?

Você conhece o significado do anel Solitário, e por que ele se tornou uma peça indispensável ao longo dos anos para representação do amor?

Pois é, no artigo de hoje separamos algumas curiosidades sobre os solitários para você perceber que essa peça é indispensável pra você!

O anel solitário é carregado de simbolismo e tradição, é a mais pura forma de amor e uma das peças mais usadas para presentear noivas, namoradas e esposas.

Mas ele é considerado o anel do amor por um motivo. Vamos entender qual é.

Se você quiser, escute nosso podcast também:

Francisca Joias · Podcast Anel Solitário, modelo para explicar o amor!

 

A HISTÓRIA DO ANEL SOLITÁRIO

três imagens de mãos com anéis solitário cravejados de jóias

Existe uma lenda para o surgimento do anel solitário: no ano de 1477 o arquiduque Maximiliano, da Áustria ordenou que procurassem o diamante maior e mais puro que encontrassem, e que fosse feito um anel liso e simples com essa única pedra cravada ao meio, criando assim o modelo padrão mais conhecido do solitário.

O arquiduque estava disposto a presentear  sua noiva Maria de Borgonha, no dia de seu noivado, com essa jóia, colocando-a no dedo anelar da mão esquerda, onde rezava a lenda que fica a vena amoris, a veia do amor, dita assim pelos egípcios, que corria diretamente do dedo anular para o coração, reafirmando que o amor deles seria único, puro e eterno.

Dessa lenda nasceu a tradição que perdura até hoje para milhares de casais ao redor do mundo expressarem seu amor eterno por meio do compromisso e do anel solitário.

Ao longo dos anos a joia também passou a representar outras tradições, como o rito de passagem da infância à juventude nas debutantes de 15 anos, que começaram a receber a joia como uma maneira de marcar esse crescimento.

Em seguida vieram os solitários especialmente criados para as formaturas, que contam com pedras coloridas, onde cada cor representa a profissão escolhida.

Tá vendo como um anel pode ter tanto simbolismo e história nele?

 

O SOLITÁRIO NOS DIAS DE HOJE

imagens ampliadas de modelo usando anel solitário com jóias

Assim como a história evolui, a moda também segue seu caminho e se reinventa ao longo dos anos.

Foi o que aconteceu com o anel solitário, que antes tinha o estigma de ser uma joia obrigatoriamente ligada ao amor, e que só poderia ser recebida da pessoa amada e nunca adquirida.

Nos dias de hoje já não é necessário um pedido de casamento para usar um anel solitário, e a joia também passou a ganhar modelos inovadores e designs cada vez mais ousados, porém ainda assim espetaculares e únicos.

A popularização do anel solitário trouxe com ele o uso também de outras pedras e materiais em seu design, algo que se adapta ao bolso e à realidade da população.

Opções com zircônias no lugar de diamantes, e folheados em ouro 18k ou ródio branco no lugar de ouro e prata pura.

 

POR QUE TER UM SOLITÁRIO?

imagens de anéis delicados e minimalistas

Se você é noiva já tem o motivo certo para seu solitário, se é formanda também, pois o anel vai marcar essa fase da sua vida, se for debutante com certeza também tem seu anel até hoje para lembrar da valsa com seu príncipe, mas se você não de encaixa em nenhuma dessas ocasiões ainda sim pode ter seu solitário pelo simples fato de ele ser um anel poderoso, com muito brilho, e o melhor, que combina com absolutamente tudo!

É um anel clássico, e que não tem mais regras para seu uso. Fica lindo em um mix de anéis, em conjunto com aparadores de aliança, e se adaptam bem com as composições.

 

COMO ESCOLHER O ANEL PERFEITO

três imagens ampliadas diferentes de mãos com anéis com pedras

Com base no seu estilo sempre, afinal de contas você que vai utilizar essa joia.

Comece pelo banho predileto, e não precisa se ater apenas ao clássico, pois hoje em dia o banho de ouro rosé e ródio negro também fazem parte da enorme gama de solitários no mercado de joias.

Em seguida pense na quantidade de pedras que gostaria de ter no seu anel, pois algumas pessoas tendem a preferir modelos mais minimalistas, com apenas uma pedra central, e outras gostam do brilho ao extremo, com uso de até nove pedras no mesmo modelo.

E ai, qual seria a sua quantidade de pedras?

Por fim faça a escolha do design, na Francisca Joias por exemplo temos modelos que remetem à coroas, modelos dignos de realeza e com tamanhos maiores, e ainda modelos delicados, com pedras centrais e adornos nas laterais. Enfim, hoje em dia o que não falta é opção, e difícil vai ser escolher apenas um!

E aí, já ficou convencida a ter um anel solitário para chamar só de seu? Se sim então corre para o site para conferir tudo de pertinho e garantir sua joia do amor!

 

Sabrina Nunes

SABRINA NUNES: AUTORA NO BLOG FRANCISCA JOIAS em Blog Francisca Joias
Sabrina Nunes é formada em Serviço Social, com especialização em empreendedorismo pela Fundação Dom Cabral.
Sabrina Nunes
Whatsapp
Telegram
Envie Seu Comentário

Francisca Joias no Instagram