O que é subtom de pele e como isso influencia na escolha de looks, acessórios e maquiagem

Três mulheres com diferentes subtons de pele

O subtom de pele é considerado a tonalidade de fundo, e ele é dividido em quente, frio e neutro. Ele costuma ser chamado assim, pois, não é a cor que vemos normalmente e com facilidade. Veja como identificar o seu para arrasar na composição de looks. 

Quem nunca comprou uma cor de base ou corretivo que parecia ser a tonalidade perfeita para a pele, mas depois viu que o resultado no rosto ficou totalmente diferente, não é mesmo? Provavelmente, esse erro aconteceu devido à falta de conhecimento sobre o subtom de pele

Pensar na harmonização das cores na hora de criar combinações de looks, acessórios e maquiagem é mais fácil ao identificar qual é a tonalidade de fundo da pele. Quer entender melhor o que é subtom de pele? Então você não precisa mais se perguntar “subtom de pele: como descobrir?” Continue a leitura para aprender! 

O que define o subtom de pele?

A pele humana não tem uma cor uniforme. Logo, o subtom de pele é a tonalidade de fundo, que não é a que vemos normalmente. Para identificar bem qual é esse tom, é necessário um olhar um pouco mais apurado. Assim, a pele tem uma cor primária, e o subtom é como se fosse a secundária. 

O subtom da pele é dividido em três “temperaturas”: quente, neutro e frio. Os tons quentes são puxados para o vermelho, laranja e amarelo; os frios são rosa, roxo, azul e verde. A mistura dos dois é classificada como um subtom neutro. 

Diferença entre cor de pele e subtom

Basicamente, a diferença entre cor e subtom de pele é que, o primeiro, trata-se da intensidade (clara, média ou escura). A segunda é sobre a tonalidade do fundo da pele, que pode ser amarela, rosa, verde, cinza, entre outras tonalidades. A quantidade de pigmento é que define o subtom. 

A cor da pele pode variar conforme a quantidade de exposição ao sol, por exemplo. Porém, o subtom sempre permanecerá o mesmo. Além do mais, não é porque uma pessoa tem pele clara que o subtom será frio, e vice-versa. 

Qual a relevância de saber o subtom de pele?

Como foi dito acima, a pele não tem a mesma tonalidade. Então, saber o subtom da pele é importante para usar produtos de maquiagem corretos, como base, corretivo e pó compacto. Uma pessoa negra, por exemplo, pode usar um produto que à primeira vista parece corresponder à cor da pele. Porém, ao ser aplicado no rosto, a mistura de cores da base e do subtom pode deixar a maquiagem acinzentada. 

Além do mais, saber o subtom da pele é importante na hora de montar looks e combinar acessórios que harmonizem com a tonalidade de fundo. Assim como saber seu subtom de pele também pode ser importante para expressar sua personalidade. Desta maneira, é possível criar combinações incríveis que realçam o contorno natural do rosto e se dão bem com a pele como um todo. 

Como saber meu tom e subtom de pele?

Diferentemente da cor da pele, saber como descobrir tom e subtom de pele pode ser difícil, afinal, estamos falando de uma cor que não é tão perceptível a olho nu. Caso esteja com dificuldades de saber a tonalidade, mesmo com nossas dicas, você ainda pode procurar o auxílio de um profissional de colorimetria. 

A seguir, separamos 3 dicas que vão responder a sua dúvida sobre “como saber meu subtom de pele”.

Analise a cor das suas veias

Verificar a cor das veias do corpo é uma ótima forma de descobrir o subtom da pele. De preferência, observe as que ficam na região do rosto e do pescoço, mas as do braço também servem.

Se a veia apresentar uma tonalidade esverdeada, significa que o subtom da pele é quente. Caso tenha cores mais azuladas, a cor de fundo é fria. Porém, se apresenta ambas as tonalidades, provavelmente o tom é neutro. 

Veja como a pele se comporta no sol

Após tomar sol, caso a pele apresente uma aparência mais bronzeada, significa que o subtom é quente. Se a cor da pele ficar puxada para o vermelho, é porque o subtom é frio. Mas se não ficar nenhuma das duas tonalidades, o subtom é neutro.  

Cor do lábios

Analisar a cor dos lábios, principalmente da parte interna, ajuda a indicar o subtom da pele. Tons puxados para o coral indicam subtom quente; os rosados são frios, e se a boca tiver coloração avermelhada, é porque o subtom da pele é neutro. 

Dourado, ródio branco ou colorido: quais acessórios combinam mais com cada subtom de pele?

Assim como para a maquiagem e roupas, saber o subtom da pele também ajuda na hora de escolher os acessórios. Sabendo escolher as cores certas, será melhor para harmonizar o visual. 

As joias produzidas em ródio branco e dourado são as mais comuns, e cada material combina com um subtom de pele. O ródio branco vai bem para o subtom de pele frio, assim como o ouro branco e a platina. 

Acessórios em ródio branco para tons de pele frios

O dourado e o ouro rosé combinam melhor com quem tem o subtom quente. As pessoas de subtom neutro também podem usar joias banhadas nesses três tipos de materiais.

Acessórios dourados e rosé para tons de pele quentes

O mesmo vale para as joias com pedrarias coloridas. Os tons de turquesa, bronze, coral e vermelho combinam melhor com o subtom quente. Além desses, se você faz parte desse grupo, escolha também acessórios no tom de bege, coral, amarelo, laranja e marrom. 

Pedras coloridas nas joias para tons de pele quente

As joias com pedras nas cores rosadas, arroxeadas, esverdeadas, azuladas, ficam melhores em pessoas com o subtom frio. Já o subtom de pele neutro combina com ambas as linhas de tonalidades. A pérola é uma joia que pode ser usada pelos três grupos.

Joias com pedras coloridas para subtons de pele neutros

Caso tenha receio de errar nos acessórios por não saber o subtom de pele, comece testando joias discretas nos dois tons. O que ficar melhor em você visualmente, provavelmente, será o mais indicado para o seu tom de fundo.

Como escolher a maquiagem e looks de acordo com o subtom de pele? 

Descobriu o subtom de pele? Nunca mais você vai errar na escolha da maquiagem. Mas para isso, é necessário ter paciência, pois ainda poderá errar nas primeiras compras. 

O recomendado é que os produtos para a pele sigam a mesma tonalidade do subtom. Se for frio, a make deve ter um fundo mais azulado; se for quente, deve ser puxada para o vermelho. Quem tem subtom neutro pode testar essas duas opções. Essa “regrinha” também vale para escolher a sombra para os olhos, blush e batom. 

Na hora de testar uma base ou corretivo, jamais passe no dorso da mão. Isso porque ela não tem a mesma cor do rosto. Além do mais, teste o produto em mais de uma área do rosto, de preferência na testa, bochecha e no queixo.  

Outra dica é observar a maquiagem em mais de uma luz: iluminação artificial, natural, com lâmpada amarelada ou branca. Se o produto não estourar ou não ficar escuro em nenhum desses tipos de iluminação, há grandes chances de você ter encontrado a cor certa de maquiagem. Por isso, o ideal é comprar a maquiagem diretamente na loja para poder testar com tranquilidade.  

O mesmo vale para cor de roupas e acessórios. Assim, combine seus looks e o restante da maquiagem de acordo com a tonalidade do subtom da pele. Se for fria, tons azulados, e assim por diante. Dessa forma, a sua beleza natural será realçada. 

Felizmente, a indústria de cosméticos e beleza entendeu a diversidade de tonalidades de pele, e é cada vez mais comum as marcas lançarem linhas com diferentes cores de base. 

Agora que você já sabe como identificar o seu subtom de pele, aprenda a montar looks estilosos com roupas simples e arrase nas composições!

GOSTOU? COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no twitter
Twitter

Deixe seu comentário